PALMAS:Jovem espancado até a morte entrou no carro errado, que era semelhante ao seu, aponta delegado

0
265

O jovem Luciano Carvalho de Jesus, de 28 anos, espancado brutalmente até a morte na madrugada de domingo (8), na região central de Palmas, pode ter morrido por engano. É o que aponta a investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo as informações levantadas pela Polícia Civil, o jovem possuía um veículo semelhante ao de seu agressor, Antônio José Ferreira de Sousa, e teria se confundiu ao sair de um bar na região norte da Capital e entrado no carro errado. 

O dono do veículo o seguiu até a Quadra 212 Sul, região central, onde o espancou até a morte por suspeitar que ele tivesse furtado o seu carro.

“De acordo com os autos, ele [Luciano Carvalho] se enganou porque tem um veículo igual. Se confundiu, entrou no veículo errado e morreu por isso”, contou o delegado Guido Camilo Ribeiro.

Mototáxi

Ainda segundo as investigações, um mototaxista que levou José Antônio até o local do crime teria agredido a vítima com golpes de capacete no rosto e na cabeça. O agressor afirmou à polícia que não conhece o mototaxista. A polícia ainda investiga a participação de outra pessoa no homicídio.

Entenda

A Polícia Militar foi acionada por volta das 5h da manhã de domingo (8) para atender uma suposta ocorrência de acidente de trânsito na quadra 212 Norte, região central da capital.

No local, os militares encontraram o corpo de Luciano ao lado de um carro de passeio. O dono do veículo, identificado como Antônio José Ferreira de Sousa, de 36 anos, também estava no local e confessou ter agredido o jovem por ele ter furtado o seu carro momentos antes e acabou preso em flagrante.

No momento da prisão, o agressor disse que deu apenas um chute na vítima, mas ele estava com o tênis e as roupas sujas de sangue. O rosto de Luciano ficou totalmente desfigurado após as agressões.

O Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) foi acionado e constatou a morte no local. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

(AF NOTÍCIAS )