TOCANTINS

MP pede segundo afastamento de vereadores da base da prefeita de São Miguel
TOCANTINS 03/10/2019 18h47 Por: Keops Mota






Seis vereadores que fazem a base de sustentação da prefeita Elisângela de São Miguel do Tocantins tiveram um segundo pedido afastamento impetrado na comarca de Itaguatins. O pedido de afastamentos porimprobidade administrativa foi formulado pelo MP (Ministério). Esse segundo pedido está na mesa do magistrado titular, Dr Jéferson Davi de Asevedo Ramos, desde o dia 21 de Agosto sem ainda apreciação. A demora em julgar o pedido tem gerado revolta na população, que já vem de um primeiro pedido indeferido. A revolta da população, conforme informações colhidas na cidade de São Miguel, se dá pelo fato de que os vereadores acusados mesmo antes da decisão que indeferiu o primeiro pedido de afastamento, já sabiam como se daria tal decisão.

Um morador, que preferiu não se identificar, afirmou à nossa equipe que os vereadores “riam na certeza da impunidade”. Ainda conforme esse mesmo morador o sentimento de revolta é “enorme”. “É revoltante ver como está sendo conduzido tudo isso, já teve um pedido negado, até chegavam (os vereadores) a rir da situação com a certeza da impunidade, agora tem esse segundo pedido que está demorando uma eternidade para ser julgado. Revoltante”, desabafou. Os réus nessa ação de improbidade sãoos vereadores: Raimundo Roquivaldo Arruda da Silva; Osmar Alves de Sousa; Murilo Francisco da Silva; José Amari Lopes de Sousa; Francisco de Caldas Silva e Desirée Mithele Duarte Borba.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM






TOCANTINS   |  18/10/2019 - 08h